É sem dúvida, difícil diagnosticar. Em todas as discussões chega-se a uma mesma encruzilhada: “O que é ser líder”? E ai as opiniões são as mais divergentes possíveis.

Após anos de observação e estudos, acreditamos que hoje, quem melhor escreveu sobre o tema é ninguém menos do que o “Papa da administração moderna ” Peter Drucker.
Na introdução ao livro “Leader of Future”, Peter Drucker envereda pelo assunto. E, com base em suas andanças pelas mais importantes empresas do mundo, o “Papa” anotou quatro características que tipificam um verdadeiro líder.

Agora veja, sob a ótica do grande mestre, se você realmente é um líder.

1- “A única definição correta que conheço para líder é ter seguidores. Muitas pessoas são pensadores; outras são profetas; claro que isso é importante. Mas sem seguidores, falem o que quiser, não existem líderes.”

2- “O verdadeiro líder não é aquele que é amado ou admirado. É aquele que os liderados obedecem e fazem o que tem que ser feito. Popularidade não é sinônimo de liderança. Alcançar resultados sim.”

3- “Líderes são transparentes. Em suas caminhadas, deixam exemplos.”

4- “Liderança não é privilégios, títulos e dinheiro. É Responsabilidade.”

Até aqui tudo certo? Você agrega todas essas características? Se sim, já está muito perto de ser um verdadeiro líder, mas ainda falta conferir suas atitudes. Saber liderar é, sem sombra de dúvida, uma arte.

Você se comporta como um líder?

1. Líderes não começam se perguntando “o que eu quero?”, e sim, “o que precisa ser feito?”
2. Na sequência, emendam uma segunda pergunta: “como eu deveria fazer o que precisa ser feito para que se torne uma vantagem competitiva?”
3. Em nenhum momento perdem de vista a missão e objetivos da organização que lideram.
4. Líderes são pessoas tolerantes e capazes de conviver com pessoas de diferentes características, ou seja, não passam o tempo recrutando clones, cópias de si mesmo. Nunca perguntam se gostam ou não gostam de uma pessoa. Concentram-se nos resultados que as pessoas são capazes de produzir. E aí sim, em relação a seus desempenhos são intolerantes.
5. Líderes não têm medo de seus liderados mais fortes e de grande talento. Apenas valorizam e estimulam. Seguem a lição de Andrew Carnegie e assim, colocará em seus túmulos o seguinte epitáfio: “aqui jaz um homem que sempre conseguiu atrair as pessoas melhores do que ele para trabalhar sob seu comando”.
6. Líderes têm a coragem de se submeter ao teste do espelho. Estão conscientes e tranquilos que as pessoas que veem no espelho, todas as manhãs, é exatamente a pessoa que pretendem ser, que respeitam e que acreditam.

Além de um importante teste, a “prova do espelho” é um exercício fundamental para que não caiam nas tentações a que estão sujeitos todos os que lideram… A de tomar decisões que agradam e garantem aplausos, e não as decisões que precisam ser tomadas.

E agora, diante do entendimento de Drucker, como você se avalia?

CENTRAL DE CURRÍCULOS

NOSSOS CLIENTES
DEPOIMENTOS

Riocon Particip…“A Empresa FBC consultoria empresarial e organizacional, liderada pelo seu sócio Fred Costa, possui

PETRAMRecomendo a FBC a qualquer empresário que queira dinamizar seu negócio e ter real

Deixe um comentário

Informativo

Cadastre-se para receber por e-mail avisos de novas publicações.

FBC Consultoria Empresarial © 2020 Todos os direitos reservados. Desenvolvimento pela Loup Brasil.